PM suspeito de matar jovem no Ibura ainda não foi ouvido

WhatsApp Image 2016-08-04 at 08.36.56 - Cópia

Suspeito vai responder por homicídio e tentativa de homicídio imagem: Reprodução www.leiaja.com/

Nesta quinta-feira (4), a delegada Andréa Busch, da 3ª delegacia de Homicídios, à frente do caso do sargento reformado da Polícia Militar suspeito de assassinar a tiros um adolescente no bairro do Ibura, na Zona Sul do Recife, informou que o PM ainda não foi ouvido. Luiz Fernando Borges se apresentou nessa quarta (3) na Segunda Vara do Tribunal do Júri da Capital e foi preso por policiais militares do Batalhão de Radiopatrulha.

apresentação do suspeito diretamente na Justiça causou estranheza em parte da equipe de investigação do caso. De acordo com a delegada, o procedimento rotineiro é que os suspeitos se apresentem diretamente na delegacia em que está sendo feita a investigação para posteriormente prestar depoimento e contar a sua versão do fato. “A gente não sabe se ele quis fugir da imprensa ou não quis ser ouvido”, explica Andréa.

O sargento foi conduzido à Delegacia de Polícia de Capturas, Instituto de Medicina Legal (IML) e, por fim, ao  Centro de Reeducação da Polícia Militar (Creed), onde ficará à disposição da Justiça. Apesar da apresentação fora do que é comum, a delegada explica que a investigação não é bruscamente prejudicada, mas que o prazo de conclusão do trâmite judicial tem que ser mais rápido.

“Eu não tenho como precisar o motivo de evitarem trazer ele para se apresentar na delegacia. Pode ter sido uma estratégia dos advogados da defesa, mas eu não posso confirmar essa informação até ouvir o suspeito formalmente”, pontua a delegada. Andréa informou que as investigações seguem normalmente. “Ainda precisamos colher pelo menos quatro depoimentos e aguardar a chegada oficial de novas provas”, falou.

A Polícia Civil afirmou que já foram ouvidas cerca de oito pessoas. A delegada falou que não há muita divergência na colheita das provas até o momento. “Pelos depoimentos até então, não há nada que indique que as vítimas estariam cometendo um assalto”. De acordo com a delegada, imagens das câmeras de segurança da localidade onde aconteceu o crime também foram solicitadas. Ela confirmou a informação de que, por enquanto, não há nada indicando que as duas vítimas teriam envolvimento com a criminalidade.

O crime – Um adolescente de 14 anos foi assassinado e outro de 13 anos ficou ferido a tiros após colidirem com uma bicicleta na moto em que estava o sargento no dia 25 de julho. Luiz Fernando Borges ainda teria ligado para a polícia para denunciar ter sofrido uma tentativa de assalto e, em seguida, efetuou os disparos. Mário Andrade de Lima, de 14 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu. O amigo dele foi socorrido e já recebeu alta. Moradores do Ibura já realizaram uma série de manifestantes pedindo justiça.

Fonte: http://pernambuco.ig.com.br/noticias

Facebook Twitter Google+ linkedin email More
Copyright © Ibura - Todos os direitos reservados